terça-feira, 26 de junho de 2007

As Novas 7 Maravilhas



Depois de meses de hesitação, eis que chegou o momento da votação. Escolha difícil, sem dúvida. Lamento os que deixei sem voto, como o Kremlin, as Pirâmides, o castelo Neuschwanstein... Assim, a nível mundial, estas foram as minhas escolhas:


































Raciocínio:
Contemplar regiões e religiões diferentes
Marcos históricos e geográficos, identificáveis universalmente
Imponência e persistência na história da humanidade
Simbolismo
Taj Mahal - Cultura e religão hindu, símbolo do amor e da beleza
Angkor - Outra cultura, uma construção invulgar que nos leva a outras dimensões
Grande Muralha da China - Incontornável pela grandeza; representa mais outra cultura de tradições milenares
Machu Pichu - Símbolo de uma civilização que ainda continua a ser um mistério e que desde sempre me deixou fascinada
Torre Eiffel - Não sendo propriamente bonita, não deixa de ser um símbolo do século XX e da Revolução Industrial
Cristo-Rei - Pela imagem da cidade maravilhosa a seus pés, mas sobretudo por ser a única maravilha num país de língua portuguesa. Representante da religião católica e símbolo da Paz.
Alhambra - Marco muçulmano, é também uma conjugação de duas religiões e a única maravilha na Península Ibérica.

Sem comentários: