sexta-feira, 21 de março de 2008

Última viagem para as estrelas

Arthur C. Clarke, o autor da história, e posteriormente do argumento, que daria origem a «2001: Uma Odisseia no Espaço», faleceu dia 19 de Março, aos 90 anos, vítima de problemas respiratórias, na sequência da síndrome de pós-pólio de que sofria desde os anos 60.
Clarke foi um dos mais importantes escritores de ficção científica de sempre, com uma obra feita de imensas histórias curtas e vários livros, em que fundia temas com sólida base científica e tecnológica, com uma perspectiva optimista da exploração espacial e uma sensibilidade invulgar para o misticismo e o paranormal.
No que diz respeito ao cinema, Clarke escreveu, em 1947, o conto «The Sentinel», que 20 anos mais tarde, expandiria em simultâneo para um romance e um filme seminal (este com argumento partilhado com Stanley Kubrick): «2001: Uma Odisseia no Espaço», porventura a obra mais importante da história da ficção científica na Sétima Arte.
Clarke escreveu ainda uma sequela a este romance, que seria adaptada ao cinema por Peter Hyams em 1984 como «2010: O Ano do Contacto».
Actualmente, continua em desenvolvimento a adaptação por David Fincher de outro dos seus livros mais célebres: «Rendez-vous with Rama». por Luís Salvado em http://cinema.sapo.pt/Xw2/812275.html

Só me recordo de ler a Expedição à Terra, mas devo ter lido outros, especialmente na fase em que devorava ficção científica (onde também se incluiam Robert A. Heilein, Carl Sagan, Frank Herbert, Philip K. Dick, Isaac Asimov, e sei lá que outros).

Sem comentários: