domingo, 22 de junho de 2008

Saga - Ópera Extravagante


SAGA – ópera extravagante é um estuário onde desaguam a poesia e a prosa de Sophia de Mello Breyner Andresen – onde flutuam os cânticos, emergem os gritos e viajam as palavras. Onde se contemplam as ondas recorrentes dos afectos e se escutam as histórias que invocam as aventuras passadas, cruzando os oceanos em que a memória navega e o tempo naufraga. A SAGA – ópera extravagante é um mega-evento estival com encenação de João Brites, que terá lugar no Museu de Marinha (convidando também à redescoberta do amplo claustro interior do Mosteiro dos Jerónimos) entre 19 de Junho e 13 de Julho. Característica singular de outros espectáculos deste grupo, a SAGA – ópera extravagante apresenta uma viagem pelas linguagens artísticas do teatro e da música, da dança e da poesia (estando a legendagem integrada dinamicamente na construção cénica). A SAGA – ópera extravagante é uma ópera inédita com composição musical de Jorge Salgueiro que envolve cerca de 60 músicos (sendo a grande maioria pertencente à Banda da Armada) e várias vozes muito distintas, cruzando cantores líricos (como Filipa Lopes, Inês Madeira e João Sebastião) com intérpretes ligados aos universos da música popular (como Francisco Fanhais) ou até mesmo do heavy/rock (como Fernando Ribeiro ou Rui Sidónio, vocalistas dos Moonspell e Bizarra Locomotiva, respectivamente). A SAGA – ópera extravagante caminha “nos caminhos onde o tempo / como um monstro a si próprio se devora”, e ergue-se “da ordem e do silêncio do universo” para a “infinita liberdade”.
Bilhetes: 15 € / 12€

quinta-feira, 12 de junho de 2008

George R. R. Martin em Portugal





George R. R. Martin, o maior escritor de fantasia da actualidade, vai estar em Portugal. Apesar de uma agenda cheia até 2010, a Saída de Emergência, com o apoio da Épica, conseguiu garantir a sua visita ao nosso país.
Autor de uma das mais revolucionárias séries de fantasia épica de todos os tempos, As Crónicas de Gelo e Fogo, Martin é um nome incontornável do fantástico e é completamente impossível ter uma conversa sobre o género sem o seu nome vir à baila.

Os eventos a que poderá assistir já têm dia, hora e local:
Dia 1 de Julho, às 18.30h, no Restaurante do piso 7 do El Corte Inglés:
• Pré-lançamento exclusivo de A Tormenta de Espadas, o 5º volume de As Crónicas de Gelo e Fogo (oportunidade única de adquirir mais cedo um livro que só chegará às livrarias dia 11 de Agosto)
• Palestra de George R. R. Martin sobre As Crónicas de Gelo e Fogo, moderada por Safaa Dib, moderadora do Fórum Bang!
• Sessão de perguntas e respostas sobre a série e o autor
• Sessão de autógrafos
Dia 2 de Julho, às 19.00h, no auditório da Fnac do Colombo:
• George R. R. Martin dará uma palestra sobre a escrita, o acto de escrever e o escritor. Uma oportunidade única de ver e ouvir um autor, bestseller nos quatro cantos do mundo, a falar do seu ofício

Dia 5 de Julho, às 15.00h, na Biblioteca Municipal de Telheiras:
• George R. R. Martin, acompanhado de dois nomes nacionais ainda por nomear, falará sobre Literatura Fantástica, desde a ficção científica e fantasia até ao horror. Curiosamente, Martin tem livros premiados nos três géneros!

How would you look like in Anime (Girls only!!)

How would you look like in Anime(Girls only!!)

Popular

you know everyone and everyone knows you

Personality Test Results

Click Here to Take This Quiz

quiz
Quizzes and Personality Tests

EMILY STRANGE FILM BREAKING NEWS - UPDATE

Counterculture icon Emily the Strange will soon star in a long-anticipated feature film, and Dark Horse Entertainment President Mike Richardson has signed on as the film’s producer. Richardson is the producer behind a number of blockbuster films, such as Hellboy II: The Golden Army, which opens on July 11, 2008, as well as Hellboy, 30 Days of Night, The Mask, Mystery Men, and other action and sci-fi hits.

Created by California-based artist Rob Reger, Emily the Strange has become an internationally beloved symbol, showing us all that doing your own thing is cool. Admired by legions of fans for more than 15 years, she now graces the pages of the world’s top fashion magazines, and has her own clothing, accessory and toy lines. Designers including Valentino, Jean-Paul Gaultier, Chanel, and Marc Jacobs pay tribute with Emily-inspired creations. She is a leader, a rocker, a dreamer, and a link to the stranger in us all.

Podem ler mais no press-release.

terça-feira, 10 de junho de 2008

Star Wars: The Clone Wars In Theaters and on Television in 2008

Por falar em bonecada...


A new era of Star Wars entertainment begins in 2008 when Star Wars: The Clone Wars, from creator George Lucas, premieres as an all-new feature film in August, followed by the television series debut in the fall, in a partnership announced today between Lucasfilm Ltd., Warner Bros. Pictures and Turner Broadcasting System Inc.
Produced by Lucasfilm Animation, Star Wars: The Clone Wars takes audiences on incredible new Star Wars adventures, combining the legendary storytelling of Lucasfilm with an eye-popping, signature animation style. Star Wars: The Clone Wars will open in North American theaters Friday, August 15. International release dates will be announced soon.

"I felt there were a lot more Star Wars stories left to tell," said George Lucas, executive producer of Star Wars: The Clone Wars. "I was eager to start telling some of them through animation and, at the same time, push the art of animation forward."
The theatrical debut of Star Wars: The Clone Wars is only the beginning of all-new Star Wars adventures that continue in the fall when the long-awaited television series premieres on Cartoon Network, followed by airings on TNT. Details regarding international broadcasts will be announced shortly. Star Wars: The Clone Wars showcases an entirely new look and feel to the galaxy far, far away -- combining the expansive scope of the Star Wars Saga with state-of-the-art computer-generated animation. Each week, viewers will see a thrilling, 30-minute "mini-movie" created by the talented artists at Lucasfilm Animation.

On the front lines of an intergalactic struggle between good and evil, fans young and old will join such favorite characters as Anakin Skywalker, Obi-Wan Kenobi and Padmé Amidala, along with brand-new heroes like Anakin's padawan learner, Ahsoka. Sinister villains -- led by Darth Sidious, Count Dooku and General Grievous -- are poised to rule the galaxy. Stakes are high, and the fate of the Star Wars universe rests in the hands of the daring Jedi Knights. Their exploits lead to the action-packed battles and astonishing new revelations that fill Star Wars: The Clone Wars.

Mais no site.

'Emily the Strange' -- The Movie?


Segundo rumores que me foram dados a conhecer pela Saki, fala-se num filme dedicado a esta figurinha que eu tanto aprecio (como é fácil de ver). Não sei se que género de filme poderá ser (animação?), mas não estou a ver a história, visto que não há grande história na Emily... É o conceito da personagem que acho interessante (e os felinos, claro), mas história, história... nã 'tou a ver...
Se for imagem real, a primeira actriz que me veio à cabeça para interpretar a Emily foi esta jovem que faz de Becca, filha de Moody na série Californication. Chama-se Madeleine Martin. Perfeita!

Desaparecido de Susan Lewis


Aqui está mais um livro por mim traduzido, diferente do habitual, mas que me deu muito prazer a traduzir. Aprendi imensas expressões e experimentei um novo estilo de escrita. Aqui fica a sinopse:

O que faria se tivesse acontecido consigo?
Num dia de Outono perfeitamente normal, Miles Avery deixa a sua mulher, Jacqueline, na estação de comboios.O tempo está chuvoso, o trânsito estranhamente complicado e o rádio debita as mais recentes notícias. Entre o casal não há diálogo e nenhum dos dois parece estar diferente do normal. Na estação, Miles passa pela paragem de táxis, Jacqueline sai, transportando uma pequena mala feita apenas para uma noite, e dirige-se à estação.Mas Jacqueline não volta a ser vista... Dá-se início a uma investigação e, rapidamente, as suspeitas começam a recair sobre Miles.E, à medida que os obscuros segredos do passado começam a fundir-se com os do presente, o grande amor que ele tanto lutou para proteger não só é revelado, mas também ameaçado...

Poderão ler aqui as primeiras páginas.

sexta-feira, 6 de junho de 2008

Nick Cave - Entrevista na Blitz


Ao cabo de 30 anos de carreira não isentos de turbulência, Nick Cave diz que só quer saber do presente. Que a alma desbragada do último álbum não nos engane: o rock, para o australiano, ainda se pinta de negro. Entrevista exclusiva com o homem que, horas depois de falar à BLITZ, abanaria as fundações dos coliseus de Lisboa e Porto.
Entrevista completa e mais informação na BLITZ de Junho

quinta-feira, 5 de junho de 2008

Não quero ver!

Não quero ver o "Sexo e a Cidade". Não quero estragar o imaginário que construi após o final da série. Não foi exactamente um final fechado, mas deixou muita coisa resolvida e deu para "elaborar um guião" do que seria a vida futura daquelas quatro amigas. Carrie e Mr. Big juntos (só se soube o verdadeiro nome no último episódio e bastou) e muito cosmopolitas, como seria de esperar. Não quero saber que a vai deixar especada no altar, destruindo todo o romantismo daquele gesto especial de ir ao seu encontro a Paris. Não quero saber se Samantha vai trair Smith, tão devoto e que esteve sempre a seu lado... Quero acreditar que Miranda e Charlotte encontraram a serenidade que tanto procuravam e que encontraram nos companheiros e na maternidade. Não quero que Nova Iorque perca o encanto que tinha na série. Para mim, acabou ali.

quarta-feira, 4 de junho de 2008

Gralhas - Excelente!

A gralha deturpadora
No mundo dos corvídeos textuais, há gralhas e há gralhas. Há gralhas, as grqlhas, que são óbvias e evidentes. Fáceis de detectar, são ainda mais fáceis de eliminar porque não fogem, não se escondem, limitam-se a ficar ali, garridamente coloridas, como toureiros a dar a capa ao touro. Depois há um segundo tipo de gralha, a grslha, ou gralha camuflada, que é simples de corrigir quando detectada, mas nem sempre é fácil de detectar. É que se esconde, muito quieta entre o ruído de fundo, sem um movimento, sem soltar um som, dir-se-ia que sem respirar. E há ainda um terceiro tipo, a gralha deturpadora, ou grelha. Estas são as piores. Não só se escondem como se chegam mesmo a mascarar daquilo que não são. Não só tentam escapar ao caçador pelo imobilismo como fogem e se esgueiram para a toca, vestidas de coelhos ou toupeiras. Astutas e terríveis, as gralhas deturpadoras exigem atenção e rapidez no gatilho e não se compadecem com cansaços e noites mal dormidas. Chegam mesmo a aproveitar-se delas.

Matei uma recentemente. No livro que acabei hoje de traduzir uma personagem reflecte sobre a sua necessidade de matar um homem. Tenta convencer-se a fazê-lo, apesar de isso ir contra a sua consciência, porque precisa de ganhar a confiança das pessoas que o acompanham e que lhe exigem que o faça. E para isso pensa: "O homem está morto. Que importa que seja a minha mão a matá-lo?"

Mas antes da gralha morta, o que a personagem pensava era: "O homem está morto. Que importa que seja a minha mãe a matá-lo?" O que é algo de muito diferente. Muito diferente mesmo.

Do escritor e colega tradutor Jorge Candeias, no seu blogue A Lâmpada Mágica